12 de Junho – Dia dos Namorados

Amar…

Algumas pessoas anseiam por este momento, outras deixam nas mãos do destino; alguns não se importam e, para outros, acontece na surpresa. Mas o fato é que acabamos, uma hora ou outra, encontrando a famosa tampa da panela (e tudo bem também se for frigideira!).

Alguém com quem compartilhar momentos, conquistas, sonhos, alegrias, tristezas, tarefas, afeto e paz. Alguém pra ser parceria e pra dividir as dores e as delícias dessa loucura que é viver.

Concordamos que nem sempre as coisas são um “mar de rosas”. Mas devemos batalhar juntos para amadurecer e aprender a enfrentar as dificuldades, fortalecendo a união.

Nesta semana do dia 12 de junho, recebemos e-mails de vários servidores nos contando um breve relato de como conheceram seus amores aqui, no serviço público! Ficamos apaixonados pelas belas histórias e muito gratos aos servidores que as compartilharam conosco.

Você também conheceu seu amor no trabalho? Deixe seu comentário abaixo e nos conte sua história!

Conheça abaixo alguns desses encontros que já somam anos de união e renderam lindos frutos:

 

“Lucas Prestes já era funcionário da SEFAZ/IPTU quando entrei na Prefeitura, em 2008 para trabalhar como auxiliar administrativo na SES. Em 2010 fui chamada do concurso de Técnico de Controle Administrativo para trabalhar na Fazenda (na época, Finanças), e lá comecei a receber treinamento para trabalhar com IPTU e ITBI. Percebia que ele era um dos funcionários mais experientes, apesar da pouca idade, e de vez em quando pedia ajuda em algum assunto, bem como a outros funcionários. No entanto, ele me chamou a atenção no meio de tanta gente do setor, por observar no dia a dia, que ele era uma pessoa cheia de bons valores, e algo que me cativou nele também foi o cuidado e atenção que prestava ao nosso colega cadeirante, do qual fomos padrinhos de casamento no ano passado. Fomos conversando e nos conhecendo melhor, e o coleguismo pulou rapidamente para a paixão, que virou namoro e um pedido de casamento no ano de 2011. Nos casamos em 15/07/2012, e fizemos nosso ensaio pré-casamento nos jardins da Prefeitura. Muitos colegas participaram de nossa história, nos ajudaram, pois ambos somos muito reservados. Em 2015 nasceu nossa primeira filha, e ainda este ano deve chegar nosso/a segundo/a para completar a família aqui iniciada.” – Lucas (SEFAZ) e Kátia (SEPLAN)

Kátia e Lucas - Foto: Arquivo Pessoal

Kátia e Lucas – Foto: Arquivo Pessoal

“Conheci meu marido em 2012, na Unidade Mista do Éden, ele trabalhava em uma empresa terceirizada de segurança. Conversávamos quase que diariamente. Uma colega sinalizou que ele era solteiro. Trocamos telefone e ele me convidou para ir ao cinema… Deus nos abençoou e estamos juntos até hoje.” – Michele (SES) e Jeferson (SES)

Michele e Jeferson - Foto: Arquivo Pessoal

Michele e Jeferson – Foto: Arquivo Pessoal

“Conheci minha futura esposa no setor de TI da Prefeitura. Após alguns dias conversando como amigos, nós marcamos de sair e fomos ao cinema. Durante o filme tivemos certeza de que poderíamos evoluir nossa relação e passamos de amigos a namorados. Três meses depois, o namoro virou noivado, e com mais três anos, o casamento veio a acontecer. Desde então, agradeço todos os dias por ter conhecido essa pessoa maravilhosa que é a minha esposa Flávia. Essa é a vida: A mulher mais perfeita e companheira para mim estava do outro lado do corredor. Feliz dia dos namorados a todos.” – Rodrigo (SEPLAN) e Flávia (SEPLAN)

Flávia e Rodrigo - Foto: Arquivo Pessoal

Flávia e Rodrigo – Foto: Arquivo Pessoal

“Quero contar a minha história sobre como conheci meu amor aqui na  Prefeitura. Fui admitida em 16/03/2009 na Secretaria de Recursos Humanos, lá conheci o William Keniti Matsuo Venâncio que hoje é meu marido. Conhecemos-nos e começamos a namorar em outubro do mesmo ano, apesar da diferença de idade entre nós, sou sete anos mais velha que ele e hoje com quase nove anos juntos, isso nunca foi um problema. Nos casamos exatamente 03 anos depois que começamos a namorar e agora em 10 de outubro de 2018 faremos 6 anos de casados. Desse amor, nasceu a nossa linda filha: Luíza Akemi Araujo Matsuo Venâncio que tem 4 anos. Hoje ele trabalha na Flextronics e não mais na Prefeitura, mas nossa história de amor começou aqui e sou muito grata por ter encontrado o amor da minha vida.” – Taís (SEFAZ) e William (ex-funcionário na antiga SEGEP)

Taís e William - Foto: Arquivo Pessoal

Taís e William – Foto: Arquivo Pessoal

“Vamos contar um pouco da nossa história de como nos conhecemos. Meu nome é Marcos Vinicius e conheci meu amor Viviane no mesmo local de trabalho. Trabalhamos juntos desde julho de 2014, quando a Viviane entrou em nossa escola como secretária. Desde então nos tornamos os melhores amigos, ate que em outubro de 2017 começamos a namorar. Dessa amizade surgiu um grande amor, e estamos juntos até hoje, vivendo momentos felizes e alguns tristes, mas passando por todos juntos. Essa é nossa breve história!” – Marcos Vinícius (SEDU) e Viviane (SEDU)

Marcos Vinícius e Viviane - Foto: Arquivo Pessoal

Marcos Vinícius e Viviane – Foto: Arquivo Pessoal

“Fiquei com muita vontade de escrever minha história, mas ao mesmo tempo, lembrei-me que na realidade por coincidência do destino, minhas duas irmãs também encontraram seus amores na Prefeitura de Sorocaba, em momentos diferentes mas no mesmo lugar, ou seja, na mesma família, TRÊS IRMÃS, com TRÊS MARIDOS na Prefeitura de Sorocaba.

Minha irmã Selma, funcionária da prefeitura há pelo menos trinta e três anos, conheceu seu marido Sérgio na Secretaria da Fazenda, também na época funcionário da prefeitura, desde muito jovens juntos e unidos por um futuro melhor, hoje são quase vinte e sete anos de casados, uma história bonita que rendeu sonhos alcançados e frutos lindos, como a Yasmin e o Gabriel. Minha história, também se iniciou na Prefeitura, conheci meu marido, (Neto), na Secretaria da Fazenda, local em que ambos trabalhamos no início uma relação somente de trabalho, depois uma amizade que acabou se fortalecendo e virando um relacionamento sólido e já é quase treze anos de casados, com muitas bênçãos e com a maior delas a vinda do Daniel Philipe, hoje com cinco anos, a alegria da família. A história de minha irmã Sandra, socorrista do SAMUH em Sorocaba, já foi pouco convencional, na realidade minha irmã ficou viúva muito nova e após muitos anos, reencontrou seu primeiro namorado no trabalho, o Marco Antonio (motorista do SAMUH) e estão juntos desde então, há mais de doze anos. Um encontro inesperado do passado reacendendo a chama do amor para o presente. E assim seguem as nossas histórias! Que DEUS sempre esteja presente em nossas vidas! Agradecemos a oportunidade de compartilhar nossas histórias.” – Selma e Sérgio (SEFAZ)/ Simone e Neto (SEFAZ)/ Sandra e Marco Antonio (SES)

Fotos: Arquivo Pessoal.

“Eu e a Bruna nos conhecemos quando ingressei na Prefeitura de Sorocaba, na Unidade Básica de Saúde do Laranjeiras, no início de 2009. No princípio tínhamos muitas divergências. Ela não concordava com nada do que eu dizia. Era sempre contrária às minhas ideias. Não éramos amigos, apenas colegas de trabalho, pois nossa relação se restringia ao ambiente de trabalho. Passados dois longos anos de conflitos e contrariedades de ambos os lados, percebemos que algo de diferente estava acontecendo, pois mesmo havendo discordâncias, sempre estávamos juntos. Conversávamos e discutíamos bastante durante o dia. Percebendo que ela vinha olhando de uma forma diferente pra mim (esse olhar era recíproco), resolvi então convidá-la para ir ao cinema. Assistimos a um filme de comédia bem excêntrico. No decorrer do filme, repousei as minhas mãos sobre os ombros dela e fiz um carinho em seus cabelos. Nem olhei para o lado com medo da reação dela (vai que me dá um tapa na cara). Naquele dia caminhamos pelo Shopping temerosos de alguém nos ver juntos e supor que estávamos namorando. Passamos próximo de algumas pessoas conhecidas, mas disfarçamos olhando em direção oposta. Quando fui deixar a Bruna em casa e me despedir dela, não sabia se dava beijo no rosto, aperto de mão ou só um abraço. Estava muito nervoso. Ela decidiu por mim: me deu um selinho e disse tchau. Fiquei assustado. Não esperava que ela fosse fazer isso. A partir daquele dia minha admiração por ela só aumentou e nossos encontros se tornaram constantes. Em 2012 nos casamos. Foi uma festa maravilhosa. Um dia memorável. Em 2015 a nossa dádiva de Deus, nosso filho Joaquim veio ao mundo. Ele é um anjo em nossas vidas. Nós três somos muito felizes.” – Nilson (SES) e Bruna (SES)

Nilson e Bruna - Foto: Arquivo Pessoal

Nilson e Bruna – Foto: Arquivo Pessoal

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *